Eu dormi no colo dele - Por Deise Duarte

Eu dormi no colo dele.
Ele perguntou se eu estava com sono, e eu disse que não, mas fui derretendo naquele abraço gostoso sem nenhuma pretensão e eu que nunca durmo, dormi.
Acho que é mais ou menos assim que o mundo funciona ao redor dele: Eu descubro que quero e posso fazer coisas que eu não sabia que queria.
Ele faz a mágica: dá segurança, dá força, dá colo e simplesmente acontece!
Eu durmo, eu canto, eu jogo, eu cozinho.
Ele vem e com um jeito debochado me dá ordens. 
E eu me submeto. 
Não tenho tempo para dizer um não.
Ele me manda calar a boca e ri. 
Eu abro a boca e não sai som.
Ele conseguiu fazer o silêncio fazer algum sentido.
A voz dele é o barulho preferido agora.
Quando eu acordei no colo dele, sorri. 
Estava abrindo os olhos para uma vida nova.

0 comentários :

Amor, Tombos e Outras Coisas... Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados