Cartas de uma mente confusa. (Parte II)

Ninguém vai conseguir entender a dor que vinha crescendo dentro de mim.
Essa dor, que aos poucos foi me vencendo sem nem ao menos me avisar.
Vocês vão me julgar errado, mas a verdade é que ninguém sabe o tamanho e nem o nível em que essa minha dor estava.
Eu era uma pessoa completamente careta com esse tipo de assunto (só os fortes entenderão), até acontecer comigo.
Eu sinceramente me arrependo do que fiz comigo, mas na hora, quando você se sente a pessoa mais sozinha do mundo.
E começa a puxar coisas do passado, que não tem nada a ver com a sua situação atual.
Você vai se cansando de relembrar tanto sofrimento.
Eu sou uma pessoa comunicativa até, mas nem a minha mãe sabe metade das coisas que acontece comigo.
Porque eu simplesmente travo, minha vida, meus problemas.
Se a minha vida que é tecnicamente boa já estava ruim para mim, imagina eu encher uma pessoa, que também já tem seus problemas, com os meus problemas?
Então eu fui cansando, a única coisa que eu queria era dormir e não precisar acordar mais.
Agora eu consigo entender essas pessoas que se machucam. Que sentem vontade de tirar sua própria vida.
Porém ao mesmo tempo eu não consigo entender...
Por que eles não pensam nas pessoas que os amam?
Nas pessoas que eles amam?
Foi esse amor que me parou, o amor da minha família, dos meus amigos.
Eles não merecem que eu faça isso, não seria justo com eles.
Então quando eu penso que a minha dor é forte o suficiente para me fazer querer tirar minha própria vida.
Eu penso na dor que eu faria todas as pessoas que eu amo sentir.
E isso reduz a MINHA dor, a nada.
Hoje se eu estou aqui é graças às pessoas que eu amo. Que me amam.
Então eu não preciso do julgamento e nem da pena de ninguém.
Eu preciso de força e de apoio, se você quiser fazer isso por mim obrigada, se você quiser me julgar, pode ir pra puta que o pariu. :D
Meus cortes estão aqui para me mostrar que eu estou viva e que eu continuo sendo forte.
Não importa aonde as conseqüências dos meus atos me levem, tendo as pessoas que eu amo, do meu lado, me apoiando.
Eu tenho tudo.

Amor, Tombos e Outras Coisas... Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados